Um passeio também vira trabalho e um trabalho é bem um passeio - Verge StudioVerge Studio
Image
Topo
Navigation
29 de junho de 2015

Um passeio também vira trabalho e um trabalho é bem um passeio

Porque quando se gosta do que faz, um passeio também vira trabalho e um trabalho é bem um passeio…

 

No último final de semana, pude experimentar um sábado cheio de atividades.

Depois de tanto ler, ouvir e ver sobre o recém inaugurado Eataly, em SP, quis ir até a loja para conhecer melhor o conceito que mexeu tanto com a mídia, com pessoas comuns e, principalmente, com a capital paulistana a quem não se surpreende com tanta facilidade.

Mas, esse texto não é sobre o Eataly, mas, sobre como um passeio, no local mais comentado do momento, vira trabalho e ainda gera o prazer de trocar experiências com um cliente. Dentre todos os sentidos aguçados, muitas referências para o cliente do ramo de panificação: cheiros variados, riqueza visual nos detalhes da arquitetura, sabores, sabores e mais sabores, texturas (vidro, madeira, metal, massas, farinhas…). E, claro, a capacidade de atrair pessoas.

Saindo do Eataly segui para a segunda atividade do dia, um pouquinho do trabalho que virou passeio. Com o apoio de outro cliente, o Instituto Tomie Ohtake trouxe para o Brasil uma exposição riquíssima das obras de Joan Miró, artista catalão que impressiona pelas cores, totalmente afim com o negócio do cliente apoiador em questão, e também pela diversidade dos materiais utilizados, o próprio tema da exposição.

Ganhar o convite para a pré abertura da Exposição, por ser mais que atendimento, mas uma parceira dos negócios do cliente, já é uma satisfação. Poder transformar o trabalho em lazer, ver Miró de perto e ainda dar um abraço no cliente… ah! Isso sim é não ter que trabalhar! (quem é de entender, entenderá!).

Deixe seu Comentário

Posted By

Categories

Mercado